• Conheça nosso jeito de fazer contabilidade

    Contabilidade especializada em Empresas de Serviços e Comércio. Utilizando de ferramentas digitais para agilizar a troca de informações, gerando economia de tempo e um atendimento prático e consultivo.

    Veja nossos planos

Declaração de Imposto de Renda

Faça sua declaração de imposto de renda de pessoa física com contadores especializados, não corra riscos desnecessários, evite dores de cabeça e contratempos.

Declaração de Imposto de Renda

Entre em contato conosco, clicando aqui


Dúvidas e Suporte

É simples, preencha o formulário e entraremos em contato com você ou se preferir entre em contato conosco.

  1. Cópia do CPF do titular (Carteira de Identidade com CPF, Carteira de Motorista, etc.)
  2. Cópia do comprovante de Endereço atualizado
  3. Cópia da declaração do IR do ano anterior
  4. Título de Eleitor para o contribuinte que for declarar pela primeira vez Informes de rendimentos recebidos das fontes pagadoras (no caso de assalariados)
  5. Cópias de recibos/notas fiscais fornecidos a pacientes/clientes (no caso de autônomos)
  6. Livro-caixa, no caso de autônomos
  7. Informe de rendimentos do INSS (no caso de quem recebe benefícios previdenciários) ou de entidades de previdência privada
  8. Informes de rendimentos financeiros fornecidos por bancos
  9. Distribuição de Lucros/Empresa
  10. Informes de pagamento de contribuições a entidades de previdência privada. É preciso nome e CNPJ da entidade
  11. Recibos/carnês de pagamento de despesas escolares dos dependentes ou do próprio contribuinte. É preciso nome e CNPJ dos estabelecimentos de ensino
  12. Recibos de aluguéis pagos/recebidos no Ano anterior
  13. Nome e CPF dos beneficiários de despesas com saúde, como médicos, dentistas e psicólogos
  14. Nome e CNPJ dos beneficiários de pagamentos a pessoas jurídicas, como hospitais, planos de saúde, clínicas de exames laboratoriais, entre outros
  15. Nome e CPF de beneficiários de doações/heranças e respectivo valor
  16. Para os menores é preciso indicar o CPF
  17. Nome e CPF de ex-cônjuges e de filhos para comprovar o pagamento de pensão alimentícia
  18. Dados do empregado doméstico com os recolhimentos das contribuições ao INSS. É preciso nome, CPF e NIT do empregado e o valor total pago no Ano anterior
  19. Escrituras ou compromissos de compra e/ou venda de imóveis, terrenos, adquiridos ou vendidos no Ano anterior
  20. Documento de compra e/ou venda de veículos referente ano Ano Anterior, além de marca, modelo, placa e nome e CPF/CNPJ do comprador ou do vendedor
  21. Documento de compra de veículos ou de bens por consórcios referente ano Ano anterior Documentos sobre rescisões trabalhistas, com valores individualizados de salários, férias, 13º salário, FGTS, entre outros.

  1. Uniforme, material e transporte escolar e elaboração de dissertação de mestrado
  2. Aquisição de enciclopédias, livros, revistas e jornais
  3. Aulas particulares
  4. Aula de música, dança, natação, ginástica, tênis, pilotagem, dicção, corte e costura, informática e assemelhados
  5. Cursos preparatórios para concursos e/ou vestibulares
  6. Aulas de idiomas
  7. Contribuições a entidades que criem e eduquem menores desvalidos e abandonados
  8. Contribuições às associações de pais e mestres e às associações voltadas para a educação
  9. Passagens e estadas para estudo no Brasil ou no exterior Despesas médicas

O sistema é liberado normalmente no início de março e o prazo é até final de abril de cada Ano. Fiquem atentos as datas fixadas pela Receita Federal.

Os documentos podem começar a ser enviados a partir de janeiro. Os clientes que enviarem os documentos com antecedência terão prioridade no envio das primeiras declarações e consequentemente receberão a restituição do imposto de renda nos primeiros lotes (se houver restituição a receber).

A Econofisco receberá os documentos para envio da Declaração até o dia 20 de abril.

O pagamento das restituições de Imposto de Renda tem início em junho, e término em dezembro. Em junho são pagos os contribuintes com prioridade: idosos, pessoas com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave, conforme prevê a o artigo 69-A da Lei nº 9.784, de 1999.

Essa multa varia de R$ 165,74 até 20% do imposto devido. A multa é calculada da seguinte forma: se não há imposto devido, a multa é de R$ 165,74.

Na sua conta bancária. Quando for enviar os dados para Econofisco, não se esqueça de enviar os dados da sua conta.

Na declaração de Ajuste Anual - Modelo Simplificado, o contribuinte substitui todas as deduções legais da declaração no modelo completo pelo desconto simplificado de 20% dos rendimentos tributáveis na declaração, com um limite que é variável anualmente, sem a necessidade de comprovação dos desembolsos deduzidos.

A declaração anual de ajuste do Imposto de Renda Pessoa Física permite ao contribuinte escolher entre dois modelos: simplificada ou completa. A diferença básica é em relação ao abatimento sobre os rendimentos tributáveis (salários, pensões, aluguel, entre outros).

Os honorários serão pagos através de Boleto Bancário ou Depósito em Conta.

A declaração e o Recibo do Imposto de Renda e a cópia de segurança do arquivo serão enviados para o e-mail do cliente após comprovação do pagamento dos honorários.